Noticias

República Dominicana – Rede de Obras e Serviços Sociais para Jovens em situação de Risco

ler mais

México – Encontro inesquecível entre "Lendas de Puebla" e líderes do Oratório Dom Bosco

ler mais

Itália – Do campo rom ao panifício, o salto de Adriana a uma vida “normal”

ler mais

Camboja – Forte inundação afeta Dom Bosco Sihanoukville


11 Agosto 2019 22:00 | Por admin
Camboja – Forte inundação afeta Dom Bosco Sihanoukville

(ANS – Sihanoukville) – As chuvas intensas e os ventos fortes da tempestade tropical Lekina, que acompanharam a monção vinda do sudoeste, atingiram o Camboja, causando inundações em várias áreas, incluindo Sihanoukville. Na semana passada, o Ministério de Recursos Hídricos e Meteorologia havia emitido uma nota alertando que os cidadãos que se preparassem para este grave evento natural. A Escola Técnica Dom Bosco e o “Hotel and Children Fund”, de Sihanoukville, sofreram graves inundações na noite entre os dias 8 e 9 de agosto. O Sr. Roberto Panetto, salesiano irmão, tesoureiro da obra ‘Dom Bosco Sihanoukville’, descreve o ocorrido.

“A chuva pesada dos últimos dias me levou a verificar o nível da água na frente da nossa escola. Eu já havia alertado algumas famílias de nossa equipe e pessoas hospedadas no andar térreo da nossa pensão para que ficassem alertas, pois havia a possibilidade de que um pouco já podia entrar” – disse Panetto.

“Entretanto, na frente da escola o nível das águas começou a subir rapidamente e, poucos minutos depois, a barragem, que tínhamos construído recentemente para evitar inundações, já transbordava”, continuou ele.

Panetto conta que a grande quantidade de água destruiu o portão e não poupou nenhum dos edifícios no térreo, destruindo as casas dos professores e desabrigando muitas pessoas. Além disso, vários equipamentos usados nas aulas da Escola Técnica ficaram danificados. Todavia, damos graças a Deus porque ninguém se feriu durante a calamidade. “Ainda é cedo para estimar a extensão dos danos sofridos – acrescentou Panetto – , mas suponho que seja de aproximadamente um milhão de dólares americanos.

No entanto, é com gratidão que vemos tantos coirmãos salesianos, ex-alunos e amigos prontos a nos ajudar neste momento assaz difícil. Só nos cabe rezar intensamente por todos: o bom Deus inspirará os generosos benfeitores a nos ajudar e a repor os bens danificados e resolver tudo da melhor maneira possível”.

Panetto aproveitou, por fim, da triste oportunidade para fazer uma reflexão sobre as condições ambientais no Camboja, afirmando que o desmatamento é uma das principais causas de semelhantes inundações. Foram muitas as árvores abatidas  para dar espaço ou uso em hotéis, arranha-céus, centros comerciais. Numerosos leitos de rios ​​foram estreitados e reduzidos visando o aproveitamento de suas margens. Sem contar que o lixo descartado por toda a parte obstruiu o sistema de drenagem.

“A natureza cobra a conta pelos danos que se lhe causam” – conclui Panetto.

{gallery}Cambogia – Sihanoukville alluvioni 2019{/gallery}